Covid-19: Maranhão é um dos que mais testa, o que pode explicar ter “mais” casos

Blog do Garrone – A alta taxa de casos positivos para coronavírus do Maranhão se deve não somente pelo avanço da doença no país, mas também pela subnotificação ser menor em relação a outros estados. Em comparação com todos os entes da Federação, o Maranhão é o oitavo que mais faz testes para Covid-19 no Brasil.

O elevado número de testagens explica a capital São Luís ser a 7ª cidade com mais casos do novo coronavírus no país. Ao todo, o Maranhão já realizou 3.121 testes, dos quais 2.290 foram descartados e 630 (dados do Ministério da Saúde que não incluem boletim epidemiológico de ontem) deram resultado positivo.

Apesar de ter sido o último a registrar casos da Covid-19, o Maranhão se preparou, desde o início, para testar o maior número de pessoas possível, com o objetivo de controlar os caminhos que o vírus percorreria pelo estado. Esse método foi baseado no que foi feito na Coreia do Sul, um dos países que teve mais sucesso na contenção da doença.

Para isso, montou um Centro de Testagem (CT) exclusivo para os casos de coronavírus, na Policlínica Diamante. Visando otimizar o serviço, o governo do Estado abriu outro CT, no Viva da Beira Mar. Como os casos se espalham rapidamente, a estratégia mudou, e o número de locais para testes aumentou para todas as UPAs destinadas ao Covid-19.

A oitava colocação no ranking nacional de testes realizados, atrás apenas de estados maiores, com mais casos e que se depararam com a pandemia muito antes, demonstra a responsabilidade e competência com que o governo do Estado vem tratando o combate ao coronavírus no Maranhão.