Dino: Bolsonaro age como cavaleiro do apocalipse e profeta do caos

Da revista Fórum – O governador do Maranhão, Flávio Dino, voltou a criticar a postura do presidente Jair Bolsonaro diante da crise do novo coronavírus. Dino lamentou a demissão de Henrique Mandetta do ministério da Saúde e disse que o presidente é “desleal” com governadores.

“Não conheço nenhum caso similar na história brasileira, em que um presidente da República, em vez de mitigar uma crise, ele é o agente catalisador dessa crise, quase como se fosse um cavaleiro do apocalipse, um profeta do caos”, afirmou o governador em entrevista à Agência Efe ao comentar sobre a demissão de Henrique Mandetta.

Segundo Dino, o presidente faz uma manobra para jogar a culpa da crise e econômica do país “sobre os ombros dos governadores”. “Isso é perverso, é uma barbaridade, é algo desleal, seja do ponto de vista das relações federativas, seja do ponto de vista das relações políticas. Gostaria muito que houvesse um outro ambiente, em que as diferenças políticas fossem substituídas pela compreensão do papel da união nacional nesse momento tão grave”, disparou.

Leia a íntegra na Fórum