Dono de canal alvo da PF no MA organizava viagens para Brasília em apoio a Bolsonaro

Marrapá – Além de empresário do ramo da construção, Valter César Silva Oliveira atacava também de agente de turismo na cidade de Imperatriz. Em uma modalidade pouco usual.

Ele cobrava R$ 250 para fazer um bate-volta para a capital em caravanas intituladas de “Imperatriz na Manifestação em Brasília”, em apoio ao presidente Bolsonaro.

O canal Nação Patriota, de propriedade de Valter, era um dos parceiros oficiais das caravanas, que eram organizadas pelo grupo “ConservadoresITZ”.

Depois da batida da PF em sua porta, Valter deve cancelar a viagem prevista para o próximo dia 21 de junho, já que ele corre o risco de ficar por lá mesmo.