Em defesa do novo na política de Tuntum

A população de Tuntum terá,  no dia 15 de novembro próximo, a oportunidade histórica  de mudar o que se tornou lugar comum na política do município e que  já não atende aos anseios de uma cidade que quer ser moderna e justa para os que moram no seu território seja na zona urbana e rural.

O que vem sendo apresentado,  ao longo de três décadas,  na administração pública de Tuntum  tem se tornado a  negação clara da mudança nos índices sociais que a cidade merece e que não consegue dar emprego, escola, saúde, infraestrutura e outros serviços públicos de relevância e qualidade social por conta da terceirização nefasta que se abateu nas gestões do município comandada por uma oligarquia familiar que quer se manter eternamente no poder.

Apropriação vergonhosa dos poucos recursos públicos, premiação  generosa  com  fartos salários para apaniguados e apaniguadas que tem virado  o nariz para o povo sofrido tuntunense e o mais grave  sem dar nenhuma contribuição efetiva para o desenvolvimento social da cidade são as marcas de um governo municipal falido e sem expectativas de mudanças mais. Em Tuntum permeiam o assalto aos cofres públicos  municipais a luz do dia num exercício cotidiano de mau caratismo e privilégios exacerbados na tentativa de se perpetuar no poder e transformar a população da cidade cada vez em miseráveis sociais manobrados por quem não tem compromissos com o seu bem estar, diga-se de passagem.

Mas se reafirma, mais uma vez,  que o povo de Tuntum, na sua grande  maioria, tem  a oportunidade histórica no dia 15 de Novembro  próximo de mudar a mesmice, o mau caratismo,  o assalto cotidiano aos cofres públicos,   os asfaltos de péssima qualidade que deveriam ter sido colocados há muito tempo nas ruas da cidade que não vão durar até o próximo inverno, as promessas de construção de  novas escolas com recursos do FUNDEF que parte é dos professores municipais por direito. E por falar no recursos do FUNDEF, ontem ouvi mais um áudio nefasto de um destes elementos que nunca trabalhou na vida e que sempre viveu das burras públicas em Tuntum  confessando mais um crime, ou seja,   o rateio suspeito deste recurso, no áudio o elemento fala em construir uma rampa para uma certa escola do sertão no valor de duzentos mil reais, desvio de recursos públicos para quem quiser ouvir.

Mais o novo na política de Tuntum deve prevalecer em 15 de Novembro próximo por aquilo que se tem ouvido na construção de um plano de governo que dará basta na roubalheira institucionalizada na administração pública da cidade, numa nova nova gestão da educação com foco no aluno e professor, da saúde básica com a construção de uma UPA e Maternidade para as gestantes, uma central de marcação de consultas,  nas políticas de criação de emprego e geração de renda para centenas de jovens que são obrigados a abandonarem o município sem perspectivas por aqui, no incentivo a  cultura local, ao esporte amador, escolar e profissional, no fortalecimento da economia municipal com incentivos fiscais  para o comércio, a indústria, a agricultura familiar e a pecuária, na mudança  do  saneamento básico, inclusive criando política de oferta de água de qualidade para a população  e na infraestrutura com calçamento e asfaltamento e manutenção das ruas dos bairros, vilas e povoados . O novo redentório de   Tuntum traz uma série de ideias subtraídas das necessidades reais do  povo humilde deste lugar, reafirma-se.

A oportunidade histórica de mudança em 15 de Novembro  próximo em Tuntum tem nome e endereço: Deputado Fernando Pessoa, agora, é a vez do povo.